Internacional

GUERRA COMERCIAL

China anunciou tarifas sobre produtos dos EUA em 75.000 milhões de dólares

Em outro capítulo do confronto entre os Estados Unidos e a China, o país asiático revelou na sexta-feira que irá impor tarifas de 5% ou 10% sobre 5.078 produtos agrícolas, petróleo, pequenas aeronaves e automóveis.

sexta-feira 23 de agosto| Edição do dia

Logo após a culminação da trégua entre os Estados Unidos e a China, em outro capítulo da "guerra comercial" e das tensões entre os dois países, o país asiático anunciou sexta-feira uma retaliação aos impostos que Donald Trump impôs a esse país, avaliados em US$ 300.000 milhões, a partir de 1º de setembro.

Nesta ocasião, o Ministério do Comércio da China disse em um comunicado que irá impor tarifas adicionais de 5% ou 10% em um total de 5.078 produtos originários dos Estados Unidos, incluindo produtos agrícolas - como soja -, petróleo e pequenos aviões.

As tarifas que serão aplicadas em duas etapas, em 1º de setembro e 15 de dezembro, atingirão um total de mercadorias norte-americanas no valor de US$ 75.000 milhões.
A China também restabelecerá os impostos sobre carros e peças para veículos fabricados nos Estados Unidos.

"A decisão da China de implementar tarifas adicionais foi forçada pelo unilateralismo e pelo protecionismo dos Estados Unidos", disse o ministério chinês em um comunicado.
Após esses anúncios, as ações da Wall Street abriram em baixa. No momento, desde os Estados Unidos não houve declarações a esse respeito. O escritório do Representante de Comércio dos Estados Unidos não comentou imediatamente o anúncio das tarifas da China.

O consultor comercial da Casa Branca, Peter Navarro, disse à Fox Business News que as negociações comerciais com a China continuarão a portas fechadas.




Tópicos relacionados

Guerra comercial EUA x China   /    Guerra Comercial   /    China   /    Internacional

Comentários

Comentar