Sociedade

GLOBO GOLPISTA

Carolina Ferraz processa a Globo golpista para receber direitos trabalhistas

domingo 5 de novembro| Edição do dia

Carolina Ferraz, que foi atriz da Rede Globo por 27 anos, está processando a emissora golpista da família Marinho por não pagarem seus direitos trabalhistas. O fato foi revelado pela coluna "Radar" da revista Veja e por outras mídias.

A Rede Globo teria registrado Carolina Ferraz como "pessoa jurídica". E desta forma, depois de quase três décadas trabalhando na emissora, ao não ter o contrato renovado, Carolina Ferraz não recebeu o 13º, o FGTS, as férias, e uma série de outros direitos trabalhistas.

O processo corre em segredo de justiça, um privilégio normal dado à privilegiada emissora que cresceu recebendo benesses dos generais enquanto apoiava a ditadura militar.

Era de se esperar de uma emissora que defende ferrenhamente o fim dos direitos trabalhistas, e que dedicou o maior esforço para tentar enganar a audiência em defesa, por exemplo, da reforma trabalhista de Temer que começa a valer à partir do dia 11 deste mês.

Aliás, uma das manobras na nova lei trabalhista do governo golpista é a expansão descontrolada da categoria de "Micro Empreendedor Individual", justamente para colocar trabalhadores como "empreendedores", ou seja, pessoa jurídica, e assim livrar os patrões de pagar estes direitos que Carolina Ferraz está exigindo na justiça do trabalho. Justiça do trabalho, que aliás, a Rede Globo quer extinguir.

Aí está mais um motivo de porque a Globo Golpista é tão fanática à favor desta reforma: que dar o calote nos seus próprios trabalhadores para expandir seus lucros.




Tópicos relacionados

Tv Globo   /    Reforma Trabalhista   /    Direitos Trabalhistas   /    Sociedade

Comentários

Comentar