Mundo Operário

#28A | RIO DE JANEIRO

Carolina Cacau: "Paremos tudo no Rio nesse 28! Rodoviário, estaremos na rua te apoiando"

Todas as trabalhadoras e trabalhadores cariocas querem parar no 28 de abril porque tem consciência que essa sexta vai ser um dia histórico e aqui no Rio não vai ser diferente. Temer nunca teve tanta impopularidade e tá perdendo apoio nos parlamentares golpistas por causa da força que estamos mostrando, mas junto com uma maioria de corruptos do congresso, seguem decidido a passar ataques históricos como a reforma da previdência e trabalhista.

Carolina Cacau

Foi candidata a vereadora do MRT pelo PSOL em 2016, é estudante da UERJ e professora da rede estadual.

quinta-feira 27 de abril de 2017| Edição do dia

Sou professora da rede pública de Nova Iguaçu. Nós professores vamos parar forte amanhã, porque sabemos que o que está em jogo é o nosso futuro e das próximas gerações. Sou também estudante da UERJ e tenho certeza que vamos comparecer em peso nos atos, junto aos técnicos e docentes, mostrando que a UERJ resiste.

Todas as trabalhadoras e trabalhadores cariocas querem parar no 28 de abril porque tem consciência que essa sexta vai ser um dia histórico e aqui no Rio não vai ser diferente. Temer nunca teve tanta impopularidade e tá perdendo apoio nos parlamentares golpistas por causa da força que estamos mostrando, mas junto com uma maioria de corruptos do congresso, seguem decidido a passar ataques históricos como a reforma da previdência e trabalhista.

Depois do 15 de março, ele teve cara de pau de aprovar a terceirização e ontem a reforma trabalhista numa primeira fase. Mas se eles ainda não tão entendendo nosso recado. Vamos parar tudo e mostrar pra eles quem define as coisas no pais e que são eles que tem que pagar pela crise. Aqui no Rio ninguém aguenta mais o desemprego, os salários atrasados, os políticos corruptos e os que mandam e desmandam neles, como o Eike Batista e a família Barata. Nós somos o estado que mais sofre com a crise econômica e a corrupção descarada. Pezão não governa mais o Estado, só fica em Brasília confabulando com Temer os ataques e transformou seu governo numa máquina de atacar os trabalhadores.

Há uma grande expectativa em relação ao que vai ser a sexta. Em primeiro lugar porque temos certeza que a classe trabalhadora carioca vai fazer sua parte. Sabemos que alguns sindicatos não chamaram assembleias, como garis. Na CEDAE, o sindicato só convocou assembleia quando já era tarde pra parar. Mas cada trabalhador está vendo como ajuda mesmo assim. Vai aos atos, vai tirar foto, compartilhando nas redes sociais os protestos e muitos vão dar um jeito de nem ir trabalhar. Mas a expectativa também é porque ainda há dúvida em alguns se os rodoviários do Rio vão parar. Os rodoviários já votaram de parar. Eu conversei com muitos motoristas e tão querendo parar.

Queria mandar um recado especial aos rodoviários. Vocês sabem melhor do que todos nós o papel que vocês tem para parar o Rio e colocar nosso estado seguindo o exemplo de São Paulo, Porto Alegre e outros onde vai parar tudo. Podem ter certeza que o povo carioca tá do seu lado pra apoiar. Eu vou estar amanha na porta das garagens apoiando como muita gente. Vamos parar o pais nesse 28 e não deixar mais trégua.

Exigimos que todos os sindicatos convoquem imediatamente um plano de luta que tire o fôlego do governo e não esfrie até termos uma greve geral até derrubar Temer e suas reformas. Não deixemos nas mãos das cúpulas, vamos batalhar por um Encontro Nacional de Delegados de Base para tomar a luta em nossas mãos e impor que a crise seja paga pelos capitalistas, mudando também todo esse sistema com uma Constituinte imposta pela nossa luta!




Tópicos relacionados

#28A   /    Centrais Sindicais   /    Rio de Janeiro   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar