DENÚNCIA CONTRA TEMER NA CCJ

CCJ vota hoje denúncia de corrupção contra golpista Temer

Hoje continua, com previsão de início para às 11h, a primeira tramitação na Comissão de Constituição e Justiça da denúncia de corrupção passiva contra o golpista Michel Temer. O regimento da Casa prevê um prazo de dez sessões para apresentação da defesa, além de mais cinco para que o relatório seja votado na CCJ, além de precisar de 34 votos favoráveis para aprovação.

quarta-feira 12 de julho| Edição do dia

Segundo pesquisa do portal “O Globo”, são 20 votos a favor da tramitação da denúncia na casa, sendo a maior parte deles de parlamentares do PT. 19 dos membros da comissão não quiseram responder. Sem muita surpresa, nenhum dos parlamentares do PSDB que indicaram seu voto (foram três de um total de seis que compõe o CCJ) votou contra a denúncia de corrupção contra Temer, ainda dando sinais da possível saída dos tucanos dos cargos do governo.

Veja mais: Condicao de Alckmin para desembarque do governo e aprovação dos ataques aos trabalhadores

Doria diz que PSDB-deve desembarcar gradualmente do governo Temer

Nesta semana, lideranças do PSDB se reuniram para definir se o partido segue ou não no governo, mas não chegaram a uma definição. Na tarde de ontem, o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin deu uma declaração indicando que o que havia de consenso entre os líderes do partido era a necessidade da aplicação das reformas, mas sem necessariamente manter os cargos no governo. A lógica dos tucanos é não perder laço com o empresariado pelo apoio aos ataques mas, ao mesmo tempo manter distância e se demarcar do atual governo, para tentar amenizar o desgaste de diversas figuras envolvidas com escândalos de corrupção. Isso implica também em uma troca na presidência da legenda, que hoje é de Aécio Neves como titular afastado, e tem Tassio Jereissati como o presidente atuante.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Michel Temer

Comentários

Comentar