Sociedade

CORONAVÍRUS

Brasil ultrapassa 1,4 milhão de casos de covid-19: Bolsonaro é responsável!

O Brasil se encontra em segundo lugar com quase 1,5 milhões de casos confirmados de Covid-19. E sabemos que os números reais são muito maiores, pois falta a testagem massiva no país e a subnotificação é enorme.

quarta-feira 1º de julho| Edição do dia

Segundo os dados das Secretarias de Saúde, São Paulo é o Estado mais
atingido pelo vírus no Brasil, com 289.935 casos e 15.030 mortes. O Ceará
vem na sequência, com 113.017 infecções e 6.180 óbitos, Rio de Janeiro com
112.611 casos e 10.080 mortes e Pará 105.853 infecções, 4.960 óbitos,
completam o grupo de Estados brasileiros que ultrapassaram a marca de 100
mil infecções. Escancarando que nesse governo que nega a proporção de uma
pandemia, os absurdos nunca param de expressar a miséria que o capitalismo
tem a oferecer aos trabalhadores e à população pobre. Bem como viemos
constantemente denunciando nesse diário, que os governadores criticam
Bolsonaro mas, que apesar do discurso de priorizar as vidas, na prática estão
tomando medidas que visam apenas a preservação dos lucros e dos
empresários capitalistas e não estão efetivamente preocupados em garantir a
vida e a saúde da população.

De acordo com o cruzamento de dados da plataforma Our World in Data, ligada
a Universidade de Oxford, os Estados Unidos continuam liderando o maior
número de casos de Covid-19 no mundo, com quase 2,8 milhões de casos.
Tanto no coração do Imperialismo como no Brasil, os trabalhadores seguem na
linha de frente do combate à pandemia mobilizando-se e exigindo EPIs e todo
material básico para a proteção e segurança nos locais de trabalho. Um dos
fatos que não vem sendo abordados na grande mídia é que os Estados Unidos,
que estão em primeiro lugar na lista de países com mais casos de Covid-19,
fizeram testes em 34 milhões de pessoas, já o Brasil fez testes em apenas 3
milhões. Isso mostra que provavelmente ocupamos o 2º lugar na lista pelo fato
da não realização de testes massivos na população.

Ao contrário do que afirma Bolsonaro de que os casos estão diminuindo
e que o vírus é apenas uma “gripezinha”, no dia 31 de junho, marcou-se 6
meses desde que o primeiro caso de Covid-19 foi informado à OMS e vemos
que, no Brasil, essa queda nos casos está longe de acontecer. Com 46,8 mil
casos, o Brasil é o novo líder mundial em número de novos casos no período
de 24 horas. Os Estados Unidos ocupam o segundo lugar com 44 mil. Com
apenas 2,3% da população mundial, o Brasil registrou quase três vezes o
número diário da Europa, não à toa que agora é considerado o epicentro da
pandemia.

Enquanto isso os capitalistas seguem lucrando em meio a pandemia e
em cima do sangue do povo. É urgente a realização de testes massivos em
todo o país, sendo a única forma para termos a real noção que estamos
enfrentando. Deve-se também ampliar os leitos de UTI para todos os que
precisam e estatizar os hospitais privados. Enquanto esperamos por testes, os
profissionais de saúde que estão na linha de frente ao combate desse vírus
seguem morrendo e colocando em risco a vida de seus familiares, assim como a população negra e pobre seguem sendo os mais afetados em meio a
pandemia. Nossas vidas valem mais que o lucro deles!




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Governo Bolsonaro   /    Sociedade

Comentários

Comentar