FUTEBOL

Bandeira de torcida antifascista do São Paulo é barrada pela PM em jogo contra River Plate

A Conmebol (Confederação Sul-Aamericana de Futebol) e a Polícia Militar censuraram a torcida tricolor e impediram a entrada de bandeira de grupo Antifascista no estádio do Morumbi.

sexta-feira 18 de setembro| Edição do dia

Já se tornou uma tradição do futebol na pandemia as torcidas colocarem as suas bandeiras para ocupar os assentos vazios das arquibancadas, já que não é permitido a presença de torcedores durante os jogos.

No jogo dessa quinta (17) entre São Paulo e River Plate, pela Libertadores da América, a torcida Independente Antifascista, um grupo pertencente à principal torcida organizada do tricolor paulista, foi censurada pela Conmebol e pela PM de São Paulo, que impediu a entrada de sua bandeira no estádio por ser de cunho político.

Os estatutos das Confederações em diversos países são contraditórios até com as Constituições locais. A FIFA e as entidades locais proíbem qualquer tipo de manifestação política, desde jogadores e treinadores até torcedores e grupos organizados, ferindo a liberdade de expressão.

Na noite de ontem, os torcedores Antifascistas tiveram a sua bandeira barrada do Morumbi, o que gerou revolta de torcedores de esquerda.

O São Paulo empatou em 2x2 contra o River Plate no retorno à competição, e se complicou na tabela, correndo risco de ser eliminado na primeira fase.

Confira a postagem do Bonde do Che, torcida organizada de esquerda do São Paulo.

Bandeira oficial da entidade Torcida Independente, colocada no Morumbi para o jogo de hoje contra o River, mas censurada...

Publicado por Bonde do Che em Quinta-feira, 17 de setembro de 2020




Tópicos relacionados

antifascismo   /    antifascista   /    PM   /    PM São Paulo   /    Torcidas Organizadas   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar