Sociedade

CAXIAS DO SUL

Ato antifascista em Caxias do Sul faz bolsonaristas recuarem em frente ao quartel

Os bolsonaristas chegaram em frente ao 3º GAAAe, quartel do exército em Caxias, por volta das 15hs desse domingo (31) e encontraram a entrada do quartel fechada por um ato antifascista e pela democracia.

domingo 31 de maio| Edição do dia

Os bolsonaristas chamaram a polícia militar que colocou a tropa de choque a vigiar para que os bolsonaristas não sofressem agressão física. A tropa de choque ficou posicionada de costas para os bolsonaristas e de frente para o grupo que gritava pela democracia, mostrando a quem servem.

Caxias do Sul na serra gaúcha é uma cidade bastante conhecida pelas fortes carreatas e atos pró Bolsonaro. Hoje no entanto os bolsonaristas se depararam com uma juventude antifacista que retoma sua moral com os atos antiracistas em Mineápolis nos EUA que pedem justiça a George Floyd, negro brutalmente assassinado pela polícia de Trump. Aqui no Brasil exigimos justiça a João Pedro, menino negro de 14 anos assassinado pela polícia dentro de sua própria casa, assim como João Vitor, Juan Oliveira e tantos outros negros nesse país.

É preciso fortalecer esses atos e movimentar toda a esquerda, os sindicatos, se auto organizar em cada local de trabalho para levantar uma força capaz de fazer com que os capitalistas paguem pela crise que criaram. Uma frente única capaz de golpear esse governo Bolsonaro e Mourão e sem nenhuma confiança nos governadores, no Congresso ou no STF impor uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana para que seja o povo a decidir os rumos do país e não esses ratos filhos da ditadura militar.




Tópicos relacionados

Sociedade

Comentários

Comentar