Cultura

CARNAVAL SÃO PAULO

As ruas de São Paulo são do Carnaval – 25 de fevereiro

Desde a manhã, a partir das 9h, até a madrugada os blocos e seus foliões tomarão as ruas, ocupando a cidade com alegria e diversão nos mais variados ritmos e das mais variadas formas. Os blocos vão desde as tradicionais marchinhas, os sambas enredo, o maracatu, até ao funk, a homenagem a Caetano, rap e hip hop, e muito mais. Confira a programação.

Gabriela Farrabrás

São Paulo | @gabriela_eagle

sábado 25 de fevereiro| Edição do dia

9h
Cordão Carnavalesco Confraria do pasmado
As 9h na Rua Padre Carvalho, o bloco desde 2003 nas ruas, traz o carnaval brega, rock’n roll, tipo carioca.
Bloquinho Madalena
As 9h na Rua Belmiro Braga. Destinado às crianças, com um pequeno percurso, acompanhado por uma banda de fanfarra.

10h
As 10h no Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó. Fundado em 2010 por um grupo de amigos do bairro Freguesia do Ó, se tornou o maior evento bairro, trazendo tradicionais marchinhas de carnaval.

11h
Bloco Bollywood
As 11h na Rua Nestor Pestana. O bloco faz uma homenagem a cultura indiana, especialmente ao cinema do país, com indianos na batucada no ritmo típico conhecido como Bhangra.
Bloco Amoribunda
As 11h na Avenida Engenheiro Luiz Carlos Cardim Sanigerardi. Bloco da Vila Mariana só com marchinhas.
Bloco Afoxé Obá Inã
As 11h na Rua Ouvidor Peleja. Criado em 2013 para promover a musicalidade de matriz afro.
Bloco Tarado Ni VoCê
As 11h na Av. Ipiranga com a Av. São Jõao. Bloco em homenagem a Caetano Veloso.
Tropix
As 11h na Rua Barra Funda. Muito Tropicalismo e glitter comandado por mulheres.

12h
Bloco do Baligão
As 12h na Rua Jõao Moura. Fundado em 2007, a trilha sonora é composta de marchinhas e sambas enredo.
Unidos do Jardim São Paulo
As 12h na Rua Carlos Laet, terá início o bloco fundado em 2014.
Bloco Samba da Zimba
As 12h na Praça Escolar, iniciará o bloco fundado em 2014.
Let´s Block
As 15h na Rua Ministro Ferreira Alves. Bloco criado para fãs de rock misturando vários gêneros de rock com samba, marchinhas, entre outros.
Siga la Pelota
As 15h na Rua Aimberê. Esse é um bloco de amigos pra gente se amar, ouvir músicas dançantes, pulantes e calorentas que farão os poros liberarem o carnaval ansioso de 2017. Tocaremos brasilidades, músicas cantantes, aquelas que todos sabem a letra. Tocaremos de 1990 a 2017 com maestria, passando pelos pagodes, axés e pops dançantes.

16h
Bloco do Beco
As 16h na Rua Salgueiro de Campo. Matriz de todas as nossas ações, o bloco acontece desde 2002 e é uma tradição. Cantando marchinhas, sambas enredo e músicas populares.

17h
Bloco do Adorno
As 17h na Rua Faustolo. Fundado pelo ator Thiago Adorno, no bloco é obrigatório o uso de adornos na cabeça, corpo, tendo até concurso do melhor adorno.

18h
Batekoo apresenta Carnakoo
As 18h no Largo do Paissandu. A festa BATEKOO, feita por negros, jovens periféricos e LGBT’s, agora bota o seu bloco na rua, trazendo seu afrofervo especialmente para o carnaval.
Bloco Carnavalesco do Zé
As 18h na Rua Anita Costa. Desde 2006 sai pelas ruas centrais do Jabaquara ao som de marchinhas tradicionais e na batida de bumbos. No encerramento é servido a todos os foliões o caldinho dos Pereirinhas.

19h
Lira da Vila
As 19h na Biblioteca Monteiro Lobato. Carnaval da comunidade com marchinhas tradicionais.

Baile do Tropkillaz: Branko + Mc Carol
As 19h no vale do Anhangabau. Tropkillaz é um projeto de música eletrônica formado pelos DJs e produtores brasileiros André Laudz e Zé Gonzales (Zegon). Branko foi integrante do Buraka Som Sistema, grupo português/angolano, ícone do Kuduro e dos breakbeats. MC Carol é representante do funk e levanta o baile com seus sucessos recentes “Bateu uma onda forte” e “100 feminista” entre outros.

Baile da Tulipa com Ceu, Anelis Assumpção e Tássia Reis
As 19h no Largo da Batata. Tulipa comanda um baile com seu repertório extremamente dançante, dos premiados álbuns “Efêmera” e “Dancê” e combina versões e temas especiais com as parceiras e amigas Céu, Anelis Assumpção e Tássia Reis.

23h
Me ocupa que eu sou da rua
As 23h na Praça Ramos de Azevedo. Primeiro bloco da madrugada, fundado em 2015 com uma política de ocupação da cidade.




Tópicos relacionados

Carnaval 2017   /    Cultura

Comentários

Comentar