Política

CRIVELLA

As 7 falcatruas, furadas, papelões e mentiras de Crivella só nesse ano

Em resposta ao texto que o prefeito escreveu a Folha separamos 7 vezes que Crivella nos envergonhou, só nesse ano.

Carolina Cacau

Foi candidata a vereadora do MRT em 2016, é estudante da UERJ e professora da rede estadual.

quarta-feira 28 de fevereiro| Edição do dia

Nosso Bispo-Prefeito Marcelo Crivella pagou um enorme mico em coluna que escreveu a Folha de São Paulo hoje. "Só o preconceito e a perseguição são capazes de manipular números e tentar confundir a opinião pública." Ele com certeza vive em um mundo à parte em que ele é um perseguido e, na verdade, o carioca reclama de barriga cheia. Só pode ser piada.

Só nesses dois primeiros meses do ano de 2018 listaremos suas maiores falcatruas, furadas, papelões e porque seu artigo a Folha é uma farsa absoluta.

Congelamento de verbas enchentes


Imagem: oimparcial

Crivella congelou 90% do orçamento contra enchentes. A lei de orçamento anual (LOA) de 2018 previa o valor de R$ 115,6 milhões destinados às questões relacionadas a enchente mas o prefeito contingenciou R$ 96,1 milhões e R$ 7,6 milhões foram diretamente cortados desse orçamento, deixando apenas R$11,9 milhões para executar os serviços. Ele tem sua parcela grande culpa nas 4 mortes ocasionadas após as chuvas no Rio.

Leia Mais: Crivella congelou 90% do orçamento contra enchentes

Crivella ri das vítimas das enchentes e diz que será lançado o programa "Balsa família"


Imagem: O Globo

Se isentando de sua responsabilidade pelas vítimas, em que disse "estar acompanhando" - da Europa - os acontecimentos. Não satisfeito com sua postura, o prefeito Marcelo Crivella fez piada e disse: “— Lá em São Paulo também tem enchente. Vão até lançar um programa novo: o Balsa Família!”.

Leia Mais: Crivella faz piada com enchentes e diz que será lançado o programa “Balsa Família”

Cortes na saúde e enormes filas nos hospitais


Imagem: O Globo

Enquanto 270 mil esperam por atendimento, Crivella cortou R$367 milhões da saúde. Segundo a prefeitura é um contingenciamento, o que na prática significa para quem usa o serviço publico de saúde no Rio muitas filas e desespero em busca de consultas, cirurgias ou exames. Se todas essas pessoas que estão à espera de atendimento se juntassem num mesmo bairro este seria o segundo mais populoso do Rio, atrás apenas de Campo Grande, e com mais gente do que grandes bairros como a Tijuca, Copacabana ou Bangu.

Leia Mais: Enquanto 270 mil esperam por atendimento, Crivella corta R$367 milhões da saúde

Flagrado em mentira na Alemanha

Crivella passou por um papelão grosseiro em visita a sede da Agência Espacial Europeia (ESA), gravou um vídeo mentiroso que depois apagou, envergonhado. A agencia que treina astronautas, observa satélites e busca entender o surgimento dos planetas e dos buracos negros não tinha nada a ver com o que Crivella vinha divulgando estar atrás: de Drones para monitorar as favelas. Possivelmente mais uma promessa de Crivella que nunca sairá do papel.

Leia Mais: Crivella faz vídeo mentiroso para impressionar na Alemanha enquanto 4 morrem por descaso

Crivella cogita a criação de bueiro eletrônico para controlar enchentes no Rio


Imagem: Blog de Assis Ramalho

Mais uma dessas insanidades de Crivella que possivelmente nunca sairá do papel. O prefeito se utiliza desse artíficio para responder aos principais questionamentos a sua gestão, simplesmente "cogitando" saídas cinematográficas, como se fosse algum cigano com soluções mágicas, sempre ligadas a tecnologias mirabolantes que acabarão com os problemas dos cariocas. Dessa vez são dispositivos eletrônicos em 2 mil bueiros, que serão comandados eletronicamente.

Leia Mais: Crivella cogita a criação de bueiro eletrônico para controlar enchentes no Rio

Crivella quer colocar catracas nos blocos de Carnaval


Imagem: Notícias ao Minuto

Após cortar verbas do carnaval, e colocar R$3,3 milhões em um Blocódromo falido, Crivella cogita também tirar o carnaval da zona sul e do centro da cidade, além de muito mais repressão aos os blocos que desfilam sem autorização, e ir atrás de ambulantes não autorizados.

Leia Mais: Crivella quer carnaval com catraca, enquanto debocha da desgraça da população do RJ

Investimento em Blocódromo falido


Imagem: Uol

Após a prefeitura fazer uma forte perseguição silenciosa à cultura negra na cidade o Prefeito inventou a "Arena Carnaval Rio", antigo Parque dos Atletas. Colocou R$ 3,3 milhões em seu Blocódromo que só funcionará em julho e, olha que curioso as prioridades do prefeito, atrasou o salário dos servidores em fevereiro, que atrasou em dez dias.

Leia Mais: Investindo em Blocódromo falido, Crivella atrasa salário de servidores




Tópicos relacionados

Enchentes   /    Marcelo Crivella   /    Crise no Rio de Janeiro   /    medicina do capital   /    Saúde   /    Política

Comentários

Comentar