Negr@s

FIM DA OCUPAÇÃO NO HAITI

Após 13 anos a vergonhosa ocupação brasileira no Haiti termina nesta quinta-feira

A operação que envolveu dezenas de milhares de soldados e levou bilhões de reais dos cofres públicos brasileiros, levava a alcunha de “operação de paz” mas na verdade foram inúmeras denuncias de violação de direitos humanos e plataforma de treinamento do exército brasileiro para ações violentas aqui.

quinta-feira 31 de agosto| Edição do dia

Foto: Igor Rugwiza / UNMINUSTAH

A população do Haiti, país mais obre da América Latina e que sofreu uma verdadeira devastação em 2010 com a passagem de um furacão que destruir boa parte da infraestrutura do país e deixou muitos mortos e uma população inteira traumatizada, há 13 anos convive com as tropas do Exército Brasileiro em seu país. Além de terem sua soberania enquanto Estado anulada, os haitianos foram obrigados a conviver com a violência de um exército que foi designado no governo Lula-Dilma para tomar a missão dada pela ONU de “apaziguar” a revolta popular que cada vez mais aumentava diante dos graves problemas sociais e da pobreza extrema em que viviam.

Durante todos esses anos a população haitiana conviveu com estupros, assassinatos, desaparecimentos e nada foi investigado pelo governo brasileiro nem pela ONU. Também conviveram com a violência cotidiana das tropas brasileiras que faziam treinamentos naquele país para agir nas UPPs no Rio de Janeiro, e o nível de crueldade da polícia racista do Rio nos permite imaginar o que acontecia com o povo haitiano.

Quando Temer assumiu, ele não apenas manteve as tropas no Haiti como reivindicou em discurso na ONU o papel assassino que elas cumpriam. Mesmo em meio à devastação causada pelo furacão Matthew as tropas continuaram oprimindo os haitianos.

Mas o pesadelo não acabou: as tropas brasileiras deixam o Haiti mas o governo brasileiro já se prepara para aceitar outras missões da ONU em países africanos buscando realizar seu serviço pra imperialismo e, assim, tentando conquistar espaço no Conselho de Segurança da ONU.

É necessário lutar pelo fim de qualquer ocupação militar brasileira e também por plenos direitos sociais, políticos e de cidadania para todos os imigrantes haitianos no Brasil.




Tópicos relacionados

Ocupação Haiti   /    Negr@s

Comentários

Comentar