Mundo Operário

"QUE TODO POLÍTICO GANHE IGUAL A UMA PROFESSORA"

Apoio dos trabalhadores do Hospital Universitário - HU da USP à campanha “Que todo político ganhe igual a uma professora”

Após os ataques sofridos pela reitoria e pelo governador que promoveu um pacote de ataques a toda USP e tendo o hospital universitário sido o maior prejudicado, mais de 200 trabalhadores saíram com o PIDV, os trabalhadores se solidarizaram com os professores, pois a luta de um é a luta de todos.

quarta-feira 27 de maio de 2015| Edição do dia

Trabalhadores de todas as unidades tem aderido à campanha

Professores de São Paulo estão em greve em luta por salários dignos, por uma educação de qualidade, contra os cortes do governo e contra as péssimas condições que são impostas aos alunos e trabalhadores da educação. No ano passado o HU entrou numa greve histórica após 19 anos sem mobilização dos trabalhadores então sabemos o quanto é difícil essa luta e nos colocamos ao lado de todos os professores.

Se os políticos aumentam seus salários e sempre há dinheiro para eles porque não conceder o mínimo àqueles que cuidam da educação e da saúde da população?

E vamos além, políticos deveriam ganhar o salário de uma professora e também utilizarem a educação, saúde e transporte público!

E essa campanha não pode parar, convidamos todos a fazerem parte!




Tópicos relacionados

São Paulo (capital)   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar