Política

LUTRA CONTRA AS REFORMAS EM MG

"Apesar da traição das centrais, trabalhadores da educação de BH e Contagem mantiveram paralisações"

Veja depoimento de Flavia Valle, professora em Contagem e militante do Movimento Revolucionários de Trabalhadores (MRT), direto da panfletagem organizada pelo MRT na Vallourec.

terça-feira 5 de dezembro| Edição do dia

"Apesar da traição das centrais hoje, os trabalhadores da educação de BH e Contagem mantiveram suas paralisações. Os trabalhadores da UFMG também fizeram sua manifestação na porta da UFMG. Os trabalhadores da rede estadual paralisam as atividades amanhã.

Mostras da posição da base de trabalhadores de lutar contra as reformas dos golpistas e também contra os ajustes que o governo Pimentel do PT implementa no Estado e sequer da previsão do pagamento do salário e do décimo terceiro nesse final de ano, deixando as famílias em dificuldades no Natal.

Porém, as grandes centrais como a CUT fazem o jogo do PT de perdoar os golpistas. Essa política de perdão aos golpistas e de traição das greves gerais é claramente rechaçada nas portas das fábricas como vimos hoje na panfletagem que fizemos hoje na Vallourec.

Agora, depois da panfletagem, estamos nos somando ao ato unificado em BH para seguir a denuncia da traição das grandes centrais e exigir um verdadeiro plano de lutas para parar o país contra as reformas dos golpistas e contra ataques do governo do PT em Minas Gerais. E retomar o caminho da greve geral."




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Reforma Trabalhista   /    Contagem   /    Greve   /    Belo Horizonte   /    Política   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar