Política

AÉCIO NEVES "INGÊNUO"

Ainda impune, Aécio Neves escreve à Folha: "fui ingênuo, mas não cometi nenhuma ilegalidade"

Em artigo de opinião publicado na Folha de São Paulo nesta segunda, 16, intitulado: “Sua excelência, o fato” Aécio Neves tenta relatar as acusações que está sofrendo e diz que apesar de erros é inocente, uma verdadeira piada com os trabalhadores.

segunda-feira 16 de abril| Edição do dia

foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Qualquer um sabe que Aécio Neves é o típica expressão da corrupção no Brasil, casos escandalosos, como o do “Helicoca”, relação com empresas como a gigante JBS, com mais de 2 milhões de reais recebidos, patrimônio de cerca de 8 milhões de reais, triplicado em apenas 2 anos, aposentadoria vitalícia de mais de 18 mil reais, enquanto articula junto a Temer a reforma da previdência para que os trabalhadores morram trabalhando.

Agora o senador, tem a cara de pau, de expressar que apesar de erros, nunca cometeu nenhuma ilegalidade, dizendo que foi ingênuo na sua relação com a JBS. Para explicar o recebimento de dinheiro da empresa, Aécio diz que na verdade sua irmã vendeu um apartamento, por necessidade, a empresários, e por acaso procurou a JBS, que teve seu intermédio na venda.

Também tenta explicar empréstimos que recebeu de empresários, a relação de familiares seus com as empresas, justificando sempre de forma pessoal a entrada de dinheiro e as conversas com empresários. E termina dizendo “o que me define são os meus 32 anos de vida pública honrada e não os poucos minutos de uma armadilha montada por criminosos.”

Certamente, como denunciamos aqui no Esquerda Diário, a operação lava-jato, e os processos do judiciário contra os políticos, não tem como objetivo acabar com a corrupção. Pelo contrário, são parte dela, com juízes privilegiados, que nunca foram votados por ninguém, e seguem com a farsa do combate à corrupção para na verdade seguir com os planos de aprofundar as reformas e ataques à vida dos trabalhadores para que a crise capitalista ganhe fôlego, fazendo a burguesia lucrar mais com nosso sangue.

Mas certamente também não se pode nem pensar em confiar em qualquer um desses podres políticos da democracia burguesa, ainda mais em Aécio Neves, envolvido até o talo nos casos de corrupção, e que segue impune, exatamente porque a “justiça” contra a corrupção é uma verdadeira farsa. Mesmo os políticos que já foram presos, quando não são soltos, com a rapidez que não vemos com a juventude negra, vivem em mansões cumprindo a pena da prisão domiciliar, regado a privilégios.

Se de um lado denunciamos cada caso de corrupção de Aécio e de seu partido, de outro sabemos que só os trabalhadores é que podem dar uma saída de fundo à corrupção, já que não podemos ter nenhuma confiança nesse judiciário, que com a prisão de Lula ataca até mesmo o direito do povo decidir em quem votar.

Políticos como Aécio devem ser julgados por júri popular, e não por esses juízes eleitos por ninguém, devem ter seus mandatos revogáveis sempre que não cumprir com suas promessas e que a população decidir, devem ter seus bens, construídos em cima do suor de cada trabalhador, expropriados e entregue à população por meio de obras e projetos públicos, e o salário de qualquer político deve ser o mesmo salário de uma professora e não seus mega salários com diversas regalias. Precisamos mudar não apenas os jogadores da política, mas as regras do jogo, por isso defendemos que a luta dos trabalhadores e da juventude pode impor uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana que possa enfrentar cada um desses privilégios para ser parte de combater realmente a corrupção.




Tópicos relacionados

PSDB   /    Aécio Neves   /    Política

Comentários

Comentar