Negr@s

MARIELLE, PRESENTE!

Acusado é preso pelo assassinato de Marielle, investigação da Polícia ainda engatinha

quarta-feira 30 de maio| Edição do dia

Segundo o jornal O Globo, hoje (30) foi detido um homem suspeito de estar envolvido no assassinato de Marielle Franco, a vereadora do Rio de Janeiro. Thiago Bruno Mendonça, conhecido como Thiago Macaco, está sendo acusado do assassinato de Carloss Alexandre Pereira Maria, colaborador do vereador carioca Marcello Siciliano, que foi morto em um bar em abril deste ano.

Em um depoimento de um ex-miliciano sobre o assassinato de Marielle, Thiago tem ligações com o chefe da milícia de Boiúna, Orlando de Curicica. Segundo o testemunho do ex-miliciano, os dois estariam envolvidos no assassinato de Marielle, que foi executada por estar "atrapalhando" os negócios da milícia nas favelas cariocas.

Thiago seria responsável pela clonagem do carro utilizado no assassinato de Marielle e seu motorista Anderson, que possuía uma placa de Nova Iguaçu registrada no nome de outra pessoa.

A milícia controla grande parte do Rio de Janeiro, chegando até mesmo a cobrar taxas da população para que tenham acesso à água, na Zona Oeste do Rio. A relação entre o Estado, a milícia e a polícia é mais íntima e complexa do que parece. O assassinato de Marielle e Anderson tem como culpado o Estado, que se utiliza dos aparatos repressivos como a polícia, garantindo espaço para outras organizações repressivas como as milícias, que aterrorizam a vida da população periférica carioca.

Por força do Estado, com seus aparatos repressivos e milícias, milhões são movimentados nessas favelas, segundo o Nem, ex-chefe do tráfico na Rocinha, só lá movimenta-se 15 milhões de reais. São nessas favelas onde atuam as milícias, e também é lá que se envolvem nos ambientes políticos para continuar garantindo seus interesses.

O culpado da morte de Marielle é o Estado. E Por essa relação, é preciso defender uma investigação independente do assassinato de Marielle e de Anderson, pois somente os trabalhadores, o povo negro e pobre, de fato buscarão solucionar este crime odioso.




Tópicos relacionados

Marielle Franco   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro   /    Violência Policial   /    Negr@s

Comentários

Comentar