×

Direito ao aborto | Aborto é descriminalizado na Colômbia até a 24ª semana de gestação

O aborto até a 24ª semana deixou de ser crime no país, mas não será oferecida de forma segura e gratuita por hospitais e clínicas públicas. O aborto é um direito e deve ser legal, seguro e gratuito em todas as circunstâncias.

terça-feira 22 de fevereiro | Edição do dia

Imagem: GETTY IMAGES

A Corte Constitucional da Colômbia votou, na última segunda-feira, dia 21, que nenhuma mulher poderá ser julgada por um aborto realizado até a 24ª semana de gestação. Por cinco votos a favor e quatro contra, o aborto foi descriminalizado no país até esse período.

Até então o aborto era permitido em caso de estupro, má formação ou risco de morte da mãe.

- Quem manda no corpo da mulher?

Ao contrário de países como Argentina, Cuba, Uruguai e alguns estados do México, o aborto não será livre, gratuito e seguro e oferecido nos hospitais públicos.

Por ano, 400 mulheres eram condenadas a penas de 16 a 54 meses de prisão por interromperem a gravidez. As 346 mulheres que hoje estão presas por aborto clandestino serão liberadas.

A luta pelo direito ao aborto já aconteceu vários países, como a Maré Verde na Argentina onde as mulheres lutaram nas ruas pelo direito ao aborto. A criminalização do aborto é fruto do controle dos corpos das mulheres pela burguesia e que resulta na morte de centenas de mulheres todos os anos: é preciso lutar pelo direito ao aborto legal, seguro e gratuito em todas as circunstâncias.

Leia também: A Maré Verde e a Frente de Esquerda argentina: como conquistar a verdadeira liberdade aos nossos corpos




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias