Negr@s

MANIFESTAÇÃO DA DIREITA

A luta dxs negrxs não cabe no seu 13 de março!

A mídia tenta mostrar que esse ato foi o maior da história de São Paulo e do país, quando isso não é verdade, pois as manifestações de junho de 2013 foram as maiores!! Sim, foi a voz da juventude pobre, em sua maioria negras e negros, que a partir da reivindicação do transporte, estendeu-se para questionar todos os serviços básicos, como saúde, moradia, educação, além de os colocar no centro do debate, já que são os trabalhadores mais precários, ou seja, negros que em sua maioria são os que mais sofrem. Enquanto os negros da periferia utilizam o transporte caríssimo e lotado todos os dias para chegarem nas casas e empresas desses "manifestantes" que na rua estavam, a classe média, que talvez pegou o transporte público pela primeira vez na vida, teve o metrô e trem liberados com passe livre para eles!!!

Jenifer Tristan

ABC Paulista

quarta-feira 16 de março de 2016| Edição do dia

Tem muito sangue no nosso verde e amarelo!

A mídia tenta mostrar que esse ato foi o maior da história de São Paulo e do país, quando isso não é verdade, pois as manifestações de junho de 2013 foram as maiores!! Sim, foi a voz da juventude pobre, em sua maioria negras e negros, que a partir da reivindicação do transporte, estendeu-se para questionar todos os serviços básicos, como saúde, moradia, educação, além de os colocar no centro do debate, já que são os trabalhadores mais precários, ou seja, negros que em sua maioria são os que mais sofrem. Enquanto os negros da periferia utilizam o transporte caríssimo e lotado todos os dias para chegarem nas casas e empresas desses "manifestantes" que na rua estavam, a classe média, que talvez pegou o transporte público pela primeira vez na vida, teve o metrô e trem liberados com passe livre para eles!!!

Viralizou na internet a foto do vice presidente do Flamengo com sua babá no protesto para cuidar de seus filhos, enquanto exercia seu direito à manifestação. Estas babás são mulheres negras, periféricas, diariamente caladas nesta sociedade, e mesmo para exercer seu direito à manifestação, assim como elas fazem para trabalhar, os seus próprios filhos ficam sem cuidados. Marcham também nesse dia direitistas, que assim como o PT, querem reduzir a maioridade penal e criminalizar ainda mais a juventude.

Na passeata verde amarela se via um claro pedido de que o Brasil volte a ser o que era antes, um saudosismo de um velho Brasil. Que Brasil seria esse? Pura ideologia dos herdeiros escravocratas onde se podia andar tranquilamente com seus escravizados pelas ruas sem que ninguém questionasse isso, afinal de contas a escravização foi legalizada, então se tenho um papel que comprove que eu o comprei e paguei por ele, ele não é meu de verdade? Não!!! Diz o vice do Flamengo para justificar sua babá: “Ela tem carteira assinada, ganha seu salário dignamente e está recebendo a mais por estar aqui no domingo.”

Essas pessoas querem que o negro fique em "seu" lugar. Na passeata, isso significa carregar o carrinho de bebê, nas fábricas significa receberem os piores salários. Nas cidades significa ficarem restritos às favelas, quanto menos contato melhor. E quem cuida da ordem?

A polícia, policia quem?

A polícia de São Paulo é a que mais mata no mundo, e quem entra para os números de morte são os negros das periferias, esses que, ao contrário de ser casos isolados, são brutalmente assassinados pela Polícia por confundir pirulitos com armas, arrastando mulheres como Cláudia, sumindo corpos como os de Amarildo, reprimindo como fez com a juventude em junho e com os secundaristas.

Mas, no dia 13, estavam lá dispostos a ajudar, são até gentis e tiram selfie, são super educados com uma mulher que bêbada taca uma garrafa de champanhe no carro do Choque. Quem diria! A verdade velada: os cães de guarda do estado são treinados mesmo é para sentir ódio da imensidão de negros que existem nesse país, pois a classe trabalhadora é a única que pode dar uma resposta à altura do que a situação política exige. A polícia é inimiga da classe trabalhadora, e esse ato deixa isso muito claro.

Nem com impeachment, nem com PT

Precisamos construir um novo lado, pois essa direita que finge ser contra corrupção é super corrupta, essa direita que quer a Dilma fora é anti-operária, racista, machismo e LGBTfóbica, essa direita está com Cunhas, Malafaias, Felicianos, Bolsonaros e tantos outros que querem cada vez mais retirar nossos direitos, TODOS ELES CONQUISTADOS COM MUITA LUTA e, por várias vezes, enfrentamentos e mortes. É preciso resgatar o ódio dos Panteras Negras contra essa burguesia que nos explora, a audácia do Quilombo dos Palmares em resistir e manter sua luta. Não marchamos no 13 de março, porque ele não só não nos representa, mas é composto por aqueles contra quem, cotidianamente, lutamos e que fazem com que nossa vida se mantenha em contínua desigualdade. Sem explorar outras mulheres e sem o apoio da polícia, os nossos direitos continuaremos arrancando!




Tópicos relacionados

Manifestação da direita 13/3   /    Negr@s

Comentários

Comentar