Cultura

ADNET

A Globo e suas contradições ao lidar com o racismo na sociedade brasileira

O vídeo Branco no Brasil do humorista global Marcelo Adnet ganhou grande repercussão e abre um grande palco para debates profundos sobre os a exclusão social que o povo negro sofre no Brasil.

Vanessa Oliveira

Professora do ABC

sexta-feira 20 de janeiro de 2017| Edição do dia

O legado da escravidão permanece presente até os dias de hoje, pois qualquer brasileiro minimamente informado sabe que a pobreza tem cor, e ela é preta. A “herança da elite branca” mostrada no vídeo se pautou na apropriação de trabalho de quatro séculos de um grupo que foi escravizado e estigmatizado todo esse tempo.

Dentro das desigualdades sociais, e na luta da classe trabalhadora é evidente que as opressões acontecem para todos, porém é inegável a discriminação e o silenciamento ao lidar com o racismo existente em nossa sociedade.

Quando um artista global apresenta um vídeo denunciando o privilégio branco e suas vantagens o qual se expressa em toda programação da Globo, é obviamente uma exceção, pois a emissora sempre escondeu a luta do povo negro, assim como sua expressão cultural ao povo negro, pois os artistas negros sempre atuam em papéis de subordinados, ou de cunho moral pejorativo, tratando a identidade negra como algo caricato, como é o caso da personagem Adelaide do Zorra Total, onde vemos uma negra confusa, com vários problemas familiares e pobre, um estereótipo racista que está muito longe de ser humorístico, pois nos mostra claramente a imagem deturpada dos negros e negras que foi se constituindo em nossa história.

A Rede Globo, apoiadora da ditadura e grande aliada dos monopólios que atuam em conjunto à favor do capitalismo, coloca no ar um vídeo totalmente contraditório com seu histórico e que nos faz pensar o quando é manipuladora e como atua influenciando os seus telespectadores, pois como grande apoiadora do governo do golpista Temer um vídeo denunciando o racismo é um exceção, pois a política global como sabemos é a favor daqueles que acreditam de fato que os privilégios devem ser apenas de um grupo restrito da sociedade.




Tópicos relacionados

Questão Negra   /    Racismo   /    Cultura   /    Negr@s

Comentários

Comentar