CORRUPÇÃO CAMPINAS

6 vezes que Jonas e os empresários de Campinas roubaram os trabalhadores

Cássia Silva

estudante de Ciências Sociais na Unicamp e militante da Faísca

quinta-feira 21 de dezembro de 2017| Edição do dia

1. Esquema de corrupção do Hospital Ouro Verde

Como já noticiamos aqui antes, a Organização Social Vitale, empresa administradora do Hospital Ouro Verde, e Prefeitura de Campinas se envolveram em desvio de verba da saúde para arrancar milhões às custas das vidas campineiras.

2. E o Correio Popular (RAC) não passou por fora disso

Investigações do Ministério Público apontam que o Correio Popular também pode ter relações com o esquema. Confira aqui.

3. Até parece que os vereadores reacionários não estariam nessa…

Conheça a lista dos vereadores de Campinas que votaram contra a abertura da CPI do Hospital Ouro Verde.

4. Campinas é a segunda passagem de ônibus mais alta do país...

... só perde para Brasília, que é R$5, segundo o G1. Enquanto Jonas aumentava a passagem para R$4,50 no começo de 2017, ele repassava 84 milhões para a família Belarmino, máfia que monopoliza o transporte da cidade

5. Jonas coloca seus parentes em cargos do seu governo

Jonas teria nomeado o próprio sobrinho, Michel Abraão Ferreira, como chefe de gabinete, e o irmão, Tadeu Marcos Ferreira, como ouvidor na Câmara de Vereadores da cidade. Para a promotoria, isto configura como nepotismo indireto. Confira a notícia aqui.

6. Criação de novos cargos comissionados e aumento dos salários dos funcionários do alto escalão da Câmara

Enquanto a prefeitura parcela o salário de professoras, enfermeiras e de diversos outros servidores municipais, a Câmara promove essa criação de cargos e esse aumento escandaloso. No mesmo dia em que os vereadores votaram essa medida, o Orçamento de 2018 foi apresentado, com previsão de corte de 34,2 milhões na Cultura, 12,9 milhões na habitação, 3,7 milhões no Trabalho e Renda e 1,1 milhões no Esporte e Lazer.




Tópicos relacionados

Corrupção   /    Campinas

Comentários

Comentar