Gênero e sexualidade

10ª edição de Encontro LGBT é realizada em Belo Horizonte

No último sábado (07) aconteceu a 10° edição do Encontro de LGBT’s realizado na Praça da Liberdade - Belo Horizonte. O evento reuniu LGBT’s de toda a região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

domingo 8 de janeiro| Edição do dia

Realizado durante 1 ano, o evento em sua décima edição de sucesso, começou com um pequeno grupo de amigos que queriam promover esse encontro, conta Rafaela Dias, organizadora do evento.

O primeiro encontro foi realizado no dia 26/03/16 e os organizadores não imaginavam as proporções que o evento iria tomar, mas, junto com o sucesso, os organizadores logo enfrentaram problemas. Por ser realizado em uma área nobre de Belo Horizonte, os representantes dos burgueses logo apareceram, a polícia. “Nas primeiras edições, os policiais vinham nos intimidar, diziam que estávamos oprimindo os héteros e os valores morais de quem passava pela região” também conta Rafaela Dias.

O evento também mostra sua força política, aconteceu de, uma das edições ser marcada para o mesmo dia de um ato burguês, pró Temer, a ser realizado no mesmo lugar. Os LGBT’s presentes logo se organizaram e fizeram um “beijaço” no meio do Ato burguês, “eles são conservadores e projetam em Temer todos os ataques ao que denominam menorias, mas mostramos nossa resistência”, relatam.

A organizadora termina dizendo “Todos nós LGBT’s já fomos discriminados em vários lugares, temos medo de andar sozinhos e nem vamos em certos pontos da cidade. Aqui, na Praça da Liberdade, durante todo o dia, passam pessoas burguesas e conservadoras, mas é um ótimo lugar para mostrarmos que não iremos nos esconder mais. Você chega aqui e pode ter seu corpo e alma livres, ser como você realmente é, eles (burgueses) passam e até fecham a cara para nós, mas seguimos no close, mostrando resistência”.

O evento contou com mais de 500 pessoas pelo longo do dia e já promete a próxima edição. Que todos os LGBT’s continuem se unindo cada vez mais e continuem mostrando aos homofóbicos que nós somos maioria e iremos resistir!




Tópicos relacionados

Belo Horizonte   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar